CARDIOGNOSE

  • A ASCESE MÍSTICA E A MEDITAÇÃO SOBRE O CORAÇÃO

    TOMMASO PALAMIDESSI

    A ASCESE MÍSTICA E A MEDITAÇÃO SOBRE O CORAÇÃO

    Tratado de Cardiognose Arqueosófica

    Caderno Onze

  • O QUE É A CARDIOGNOSE?

    T. Palamidessi A ASCESE MÍSTICA E A MEDITAÇAO SOBRE O CORAÇÃO

    A doutrina do Coração e a do Olho do Coração constituem os caminhos que cada um de nós tem que percorrer para chegar até aos sublimes cumes da perfeição. Cada pessoa que vem ao mundo não é igual a outra. Algumas nascem já maduras, evoluídas ou desenvolvidas espiritualmente, outras têm que se aperfeiçoar com o contínuo trabalho da ascese. A ascese pressupõe uma base teórica ou hipótese de trabalho, já traçada por outras pessoas que têm vivido experimentalmente o caminho de retorno a Deus.
  • O SIMBOLISMO CARDÍACO

    T. Palamidessi A ASCESE MÍSTICA E A MEDITAÇAO SOBRE O CORAÇÃO

    Aqueles que foram iniciados nos graus da Ordem Iniciática Lótus+Cruz, conhecem os pormenores da simbologia do Coração e do Sangue. O emblema da Ordem evidenciou o coração, como fogão dos Alquimistas, custódia do Fogo interior.
     
    O coração foi comparado pelos Templáriosao Graalou São Gral, ou seja, o cálice de esmeralda (assim chamado por causa da cor do seu cristal) no qual Jesus na Última Ceiafez o rito teúrgico da Eucaristiaenchendo-o não só de vinho, mas também com algumas gotas do seu sangue: bebida que deu a beber aos seus Discípulos. Foi este o cálice no qual José de Arimateia recolheu o sangue que pingava da Cruz, e ao seu redor nasceram as lendas do ciclo heróico.
     
    [...]
     
    O Graal simboliza a “pedra do fulgor” perdida por Lúcifer e depois por Adão, mas devolvida pelo Cristo. No século XII Santa Ludgarda falará do costado aberto de Cristo, que oferece o acesso ao seu coraçãoque se tornou uma arca.
     
    Guilherme de Saint-Therry designa assim a abertura freita na parede da Arca cujo paralelo encontra-se na lesão de Cristo, no seu sangue e no seu coração. Inspirando-se nos textos bíblicos, assim escreve no De contemplando Deo: “Que eu entre todo inteiro no coração de Jesus, no Santo dos Santos, na Arca do Testamento, na urna de ouro”. O coração, segundo este místico cistercense de 1148, é o lugar humano no qual se opera a transfiguração e o conhecimento das coisas ocultas.
     
    Sempre ligado aos paralelismos, às comparações com outras tradições, lembramos Krishna no seu canto celeste da Bhagavad-Gîtâ, XVI,61, quando declara que ele mora no coração de todos os seres. Krishna é sempre Cristo que volta à terra como Luz do Mundo, e que voltará usando diferentes nomes, de época em época, para salvar todos. Segundo as Upanishad a meditação deve fazer-se no coração, porque penetrando no centro do coração descobrimos o Antigo, o Não Nascido, o Eterno Ser. No Alcorão, a palavra “coração”  aparece 131 vezes. A tradição Islâmica baseia-se na teologia do coração. No êxtase, Maomé diz ter visto com o olho do coração e acredita, assim, que o coração seja o espelho da contemplação nos profetas aos quais Deus abriu o peito. Neste sentido, são importantes os textos do Sufismo porque fazem contínuas referências à meditação e à procura de Deus no coração.
  • O successo da Cardiognose

    T. Palamidessi A ASCESE MÍSTICA E A MEDITAÇAO SOBRE O CORAÇÃO

    O successo da Cardiognose sucede bem quando se faz a prática da disciplina respiratória porque o coração, os pulmões, a aorta e o sangue estão ligados e são interdependentes; o bom êxito da cardiognose é ainda maior quando se consegue a faculdade da abstracção, ou seja, o retiro da própria atenção dos sentidos, e obtém-se uma perfeita atenção e concentração da mente num só ponto: o coração, e assim estamos na condição de meditar, ou seja, de nos concentrarmos durante muito tempo sobre o próprio coração. Resumo do que é preciso:
  • O LABIRINTO DOS SONHOS E A VIGIA PERENE

    TOMMASO PALAMIDESSI

    O LABIRINTO DOS SONHOS E A VIGIA PERENE

    Trigésimo oitavo Caderno

  • A TRANSMUTAÇÃO DO CORAÇÃO NOS SANTOS DA IGREJA

    TOMMASO PALAMIDESSI

    A TRANSMUTAÇÃO DO CORAÇÃO NOS SANTOS DA IGREJA

    Caderno 49º

  • QUANDO E PORQUÊ SE MANIFESTAM OS SANTOS

    Tommaso Palamidessi A TRANSMUTAÇÃO DO CORAÇÃO NOS SANTOS DA IGREJA

    É Sabido que os santos da Igrejase manifestam ao horizonte da vida social e espiritual do mundo todas as vezes que as estruturas morais e religiosas  rangem e ameaçam andar em ruína. Pois bem, foi num destes momentos históricos difíceis que se fizeram em frente com a palavra e o exemplo a Santa de Pratoi Caterina de Ricci e a outra não menos famosa, Caterina de Siena, e antes delas nos séculos 13º, 14º, e 15º, S. Domenico de Gusmanno Velho Castelo, fundador do Ordem que leva o seu nome, cujo nascimento recorre o oitavo centenário; S. Vicenzo Ferreri, predicador, taumaturgo e unificador da Igreja; o Martir Girolamo Savonarola inspirador do “estado popular”, renovador do “Sacerdócio dos Fieis”, exortador ao “rigorismo ascético”.

  • O SIMBOLISMO DO CORAÇÃO NAS SAGRADAS ESCRITURAS

    Tommaso Palamidessi A TRANSMUTAÇÃO DO CORAÇÃO NOS SANTOS DA IGREJA

    No Novo Testamento Jesus precisa que a causa humana do pecado é unicamente o coração. “Do coração vêm os pensamentos malvados, os homicídios, os adultérios, as fornicações, os furtos, as falsos testemunhos, as difamações” (Mateus,15:19). No coração se escuta a voz da consciência. O coraçãoconhece o homem e o reprovará se transgride os mandamentos de Deus.

  • CASOS HISTÓRICOS DE TRANSMUTAÇÃO DO CORAÇÃO: SANTA CATERINA DE RICCI

    Tommaso Palamidessi A TRANSMUTAÇÃO DO CORAÇÃO NOS SANTOS DA IGREJA

    A substituição do coração nos Santos é fruto da Graça e do trabalho ascético bem desenvolvido. Isso conta ao seu activo numerosos casos célebres, mas por brevidade assinalaremos somente alguns entre aqueles que Deus tem consentido que fossem notórios a todos. De facto pode acontecer que tais sinais sejam visíveis, controláveis com os meios ordinários. As estigmas da crucificação, os lívidos da flagelação e pelo peso da cruz, as feridas na fronte e em torno da cabeça pela coroa de espinhos, o golpe de lança no costado e no coração como reais os outros sinais dolorosos da paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo, possam também ser não visíveis, se bem que reais , por aqueles que têm recebido esta excelsa honra.

  • COMO SE OBTEM A PAZ DO CORAÇÃO E A TRANSMUTAÇÃO DO CORAÇÃO

    Tommaso Palamidessi A TRANSMUTAÇÃO DO CORAÇÃO NOS SANTOS DA IGREJA

    Quaisquer método ou arte ascética cujo objectivo é de obter a “transmutação do coração” tem valor se Deus na sua misericórdia põe uma mão que nos ajuda com a sua Graça santificante e nos  leva fora da fatal “Rota da Vida” onde reina o Maligno mediante as três causas-raízes da existência terrena: avidez, ódio e ignorância. Premesso isto, reassumimos as directivas práticas para alcançar o objectivo.

Contacta-nos

Para entrar em contato com Arqueosófica, por questões relativas à atividades ou ao material da escola, pode deixar uma mensagem aqui. Adere á Arqueosófica e difundam a Arqueosofia para a salvação daquilo que na actual sociedade mundial é ainda possível salvar.