Virgem Maria

  • A MULHER PREPARARÁ O ADVENTO DO ESPÍRITO SANTO

    T. Palamidessi QUEM É A MULHER E QUAL A IMPORTÂNCIA QUE TEM NA INICIAÇÃO ARQUEOSÓFICA

    Observamos através do estudo das "Escrituras Sagradas" o quanto seja responsável e importante cada mulher para o plano salvador de Deus. Solteira ou casada, em traje religioso ou não, ela tem sempre uma missão de educadora para desenvolver, mas diremos-lhe algo mais: todas as mulheres são importantes, porque a Igreja dos novos tempos espera o Consolador até antes da volta escatológica do Filho de Deus.
  • João, o Profeta do Apocalipse, e a Eclésia esotérica

    T. Palamidessi OS OBJECTIVOS DA ORDEM INICIÁTICA LÓTUS+CRUZ

    Fechamos esta premissa com a ardente súplica: leiam, examinem os nossos cadernos sem preconceitos, com ânimo sereno, com mente vigilante, e principalmente com humildade e amor, porque com humildade e amor vos temos escrito, com humildade e amor vos estamos procurando, com humildade e amor trabalhando para vós, para preparar a estrada ao Senhor que deve voltar. E connosco está sempre João, o Profeta do Apocalipse, ao qual Jesus deixou a incumbência de desenvolver a Eclésia esotéricae invisível, descontínua e ardente como o fogo, instituída sobre o Calvário quando Joãofoi feito filho de Nossa Senhorae irmão de Cristo, e confirmada sobre o lago de Tiberiades. A Pedro foi confiado o rebanho e os mártires (cordeiros), mas a João a humanidade mais evoluída com a ordem de ficar até ao seu regresso (João,XXI:4-25). Qual regresso? No fim dos tempos! Aqueles que devem ainda vir.
  • HISTÓRIA DO CRISTIANISMO ESOTÉRICO

    TOMMASO PALAMIDESSI

    HISTÓRIA DO CRISTIANISMO ESOTÉRICO

    Trigésimo Quinto Caderno

  • A THEOTOKOS, A VIRGEM MARIA, MÃE DE JESUS E A SAGRADA MATERNIDADE

    T. Palamidessi HISTÓRIA DO CRISTIANISMO ESOTÉRICO

    Por um milagre da Onipotência divina o homem Jesus recebeu o Espirito Santo. Marianão podia dar mais que um corpo de carne humana ao filho de Deus feito homem; mas uma vez que a pessoa de Jesus Cristo é uma só e é divina, por consequência Maria deve chamar-se Mãe de Deus no sentido de ter sido a mulher escolhida (segundo as Profecias) para gerar Jesus sem a cooperação genética de um homem.

    Maria foi escolhida entre todas as mulheres pela sua pureza em todos os sentidos e em todos os tempos, e por isso é chamada pura, “imaculada” e “Virgem”, antes e depois do nascimento do Filho.

  • O Anjo do Grande Concílio e a Virgem Maria Mãe de Jesus Cristo

    T. Palamidessi HISTÓRIA DO CRISTIANISMO ESOTÉRICO

    Maria, tal como esboçado no Antigo Testamento e que se tornou realidade no Novo, é uma figura de primeira importância no divino plano da salvação. A sublime e virgem imaculada obedeceu à vontade de salvação do Onipotente porque aceitou com fé, humildade e amor missão especial de mãe de um Deus-Homem, infalível e integral, não a missão de dar à luz um Deus sem corpo físico, nem um simples homem. A questão do nascimento virginal de Jesus é de fé, mas é também uma dedução teológica com muitas coincidências: as profecias confirmadas pelos factos acontecidos e pelas palavras proferidas por Jesus em várias ocasiões. Pelos motivos mencionados, a Arqueosofia acredita que a Virgem Maria tinha dado à luz o Deus-Homem, Salvador do mundo, e que se tenha tornado sua mãe, portanto participante na obra de salvação de Cristo.
  • COMENTÁRIO ESOTÉRICO AOS QUATRO EVANGELHOS

    TOMMASO PALAMIDESSI

    COMENTÁRIO ESOTÉRICO AOS QUATRO EVANGELHOS

    Exegese Arqueosófica A Mateus, Marcos,Lucas e João

    Caderno 36

Contacta-nos

Para entrar em contato com Arqueosófica, por questões relativas à atividades ou ao material da escola, pode deixar uma mensagem aqui. Adere á Arqueosófica e difundam a Arqueosofia para a salvação daquilo que na actual sociedade mundial é ainda possível salvar.