Mistério da Resurreição

No mistério da ressurreição da carne, é dos corpos da ressurreição, dos Guardiões do Limiar que se fala, e que são a mesma coisa. O Ego dos indivíduos retomaram estes corpos subtis, elementais, quando houver o Juízo final: corpos que para os Iniciados do Alto serão belos, harmoniosos, luminosos de uma luminosidade gloriosa, mas disformes, horrendos de uma luminosidade sinistra, patológica, para o Ego surpreendido pela morte e pela ressurreição quando se encontravam ainda no estado pouco evoluído, malvado, dos horrores e das trevas. Já temos explicado a quais transformações é sujeito o fantasma ou o futuro corpo da ressurreição da parte do Ego que procede até á purificação.

  • A INICIAÇÃO PARA A MULHER E O ADEPTADO FEMININO

    TOMMASO PALAMIDESSI

    A INICIAÇÃO PARA A MULHER E O ADEPTADO FEMININO

    Segundo Caderno

  • RESSURREIÇÃO DO CORPO E PARUSIA DE CRISTO

    T. Palamidessi OS OBJECTIVOS DA ORDEM INICIÁTICA LÓTUS+CRUZ

    Os Arqueósofos e todos os despertados que se uniram com a Ordem Iniciática Lótus+Cruze á volta dela, preparam-se à Parusia de Cristo, ao Juízo Universale à Ressurreição da carne, como tem sintetizado o Credo.
  • OS GUARDIÕES DO LIMIAR E O CAMINHO EVOLUTIVO

    TOMMASO PALAMIDESSI

    OS GUARDIÕES DO LIMIAR E O CAMINHO EVOLUTIVO

    Décimo Caderno

  • Os Corpos da Ressurreição e os Guardiões do Limiar

    T. Palamidessi OS GUARDIÕES DO LIMIAR E O CAMINHO EVOLUTIVO

    No mistério da ressurreição da carne, é dos corpos da ressurreição, dos Guardiões do Limiarque se fala, e que são a mesma coisa. O Ego dos indivíduos retomaram estes corpos subtis, elementais, quando houver o Juízo final: corpos que para os Iniciados do Alto serão belos, harmoniosos, luminosos de uma luminosidade gloriosa, mas disformes, horrendos de uma luminosidade sinistra, patológica, para o Ego surpreendido pela morte e pela ressurreição quando se encontravam ainda no estado pouco evoluído, malvado, dos horrores e das trevas. Já temos explicado a quais transformações é sujeito o fantasma ou o futuro corpo da ressurreição da parte do Ego que procede até á purificação.
  • PROPRIEDADE E DOTES DOS CORPOS RESUSCITADOS

    T. Palamidessi OS GUARDIÕES DO LIMIAR E O CAMINHO EVOLUTIVO

    Os corpos daqueles que ressuscitarão, ensinam as Escrituras, gozarão de prerrogativas naturais e além naturais:
    1. a imortalidade (prerrogativa além natural), asseverada com clareza em I Corinzi, 15:53, Lucas,20:35, Apocalipse,21:4, extensa também aos corpos dos danados;
    2. a integridade (prerrogativa natural), implicando a restituição dos membros, a distinção dos sexos e a perfeição dos sentidos;
    3. a prestância e beleza física (prerrogativa natural).
    Os corpos gloriososdos quais fala S. Paulo tinham quatro dons totalmente sobrenaturais (I Cor.15:42-44):
    1. incorruptibilidade ou impassibilidadederivada pela perfeita submissão do corpo á alma, pelo qual serão preservados de quaisquer dor (cfr. Isaias,25:8;69;10; Apoc.7:16-17;21:4);
    2. a clareza: os corpos dos santos reflectem a luz, o esplendor interior da alma, pelo qual no corpo serão conformes ao Verbo Incarnado, justas as palavras de Cristo e das Tradições (Mateus, 13:43; Sapiência3:7; Daniel,12:3): “Então os justos esplenderão como o sol no Reino do seu Pai.”;
    3. a agilidade, pelo qual o corpo do santo, uma vez livre do natural peso (imponderabilidade), poderá transferir-se rapidamente de um ponto ao outro do cosmos (Isaias,60:31; S. Agostino, Serm. 242:3): este fenómeno terá para a total submissão do corpo á alma, que opera não como forma mas como motor;
    4. subtilezae faculdadede penetrar tudo: o corpo glorioso penetra, sem dificuldade e sem mutua lesão, os outros corpos do Universo.
  • RELIGIÃO CRISTÃ E TRADIÇÃO METAFÍSICA PRIMORDIAL UNITÁRIA

    T. Palamidessi HISTÓRIA DO CRISTIANISMO ESOTÉRICO

    Para além de cada religião ou tradição espiritualizante particular, existe uma Tradição metafísica arcaica ou primordial unitária. Isto compreende-se com algumas passagens escriturais e com alguns escritos dos primeiros seguidores de Jesus.
     
    O termo “metafísico” quer significar um saber inerente não ao mundo físico, mas a uma realidade que transcende o mundo humano e terreno. Ao facto incontestável que sempre existiu uma Tradição primordial unitária e metafísica, comunicada um pouco de cada vez a toda a humanidade, mencionam Justino Mártir nas suas “Apologias” e Santo Agostinho Bispo de Hipona nos tratados “A verdadeira religião” e “Retratações”. Este último na verdade afirma que a religião cristã sempre existiu antes de o Messias se encarnar. Como? É fácil intuir isso aceitando o conceito metafisicamente.
  • MORTE SEGUNDA

    T. Palamidessi DICIONÁRIO ENCICLOPÉDICO DE ARQUEOSOFIA

    MORTE SEGUNDA: A segunda morte é a ausência da graça, o abandono da parte de Deus da alma obstinada no pecado; é a separação do espíritoque volta a deus, e a separação da alma emotivaque segue a alma erosdinâmica precipitando-se no inferno (ver termo), a via oposta a Deus.

Contacta-nos

Para entrar em contato com Arqueosófica, por questões relativas à atividades ou ao material da escola, pode deixar uma mensagem aqui. Adere á Arqueosófica e difundam a Arqueosofia para a salvação daquilo que na actual sociedade mundial é ainda possível salvar.